SE NÃO CONSEGUIR VISUALIZAR ESTA EDIÇÃO ELECTRÓNICA CLIQUE AQUI
#90 | FEVEREIRO 2017
JOÃO PEDRO
Diretor de Comunicação e Marketing na Laso Transportes
"Procuramos consolidar a Laso como uma referência global no setor"
 

Como descreve a evolução da Laso Transportes, enquanto operador global especializado no setor dos transportes?
Para responder ao constante aumento da exigência e necessidades dos mercados e dos clientes, apostamos na renovação e aumento da nossa frota, assim como na formação dos nossos colaboradores - de forma a estarmos sempre na vanguarda. Desta forma, e com base nestes aspetos, tornámo-nos numa das três maiores empresas do ramo na Península Ibérica e estamos garantidamente no “top 10” da Europa. Este crescimento tem sido gradual e sustentado e a reorganização de toda a estrutura tornou-se numa base forte para o crescimento que se tem registado. Isto tem permitido que, ao longo dos anos tenhamos crescido, aumentado a dimensão da organização e do negócio e melhorado a vários níveis.

De que forma avalia a evolução dos negócios da empresa no ano passado?
2016 foi um ano de diversas iniciativas, onde salientamos o aumento e remodelação dos quadros da empresa e a aposta contínua na formação dos colaboradores (processos contínuos e regulares a decorrer desde 2015). Foram implementadas várias inciativas na empresa como a Renovação do Sistema de Gestão da Qualidade; investimento nos mercados externos e na aquisição e modernização de frota (processos regulares); novas instalações (COP); remodelação de áreas de manutenção em Casais da Serra e Cacia; reorganização interna das áreas de negócios e departamentos de suporte; avanços significativos na integração de colaboradores provenientes de outras empresas - em particular no atual COP -, assim como a inovação tecnológica e aposta na qualidade do serviço prestado aos nossos clientes.

Recentemente, a empresa iniciou a criação de um novo centro de operações no Porto. Qual é a importância desta iniciativa para a empresa?
A construção de novas instalações é uma aposta consolidada com o objetivo de criar mais e melhores condições de trabalho para os nossos colaboradores. Para além do Centro de Manutenção em Casais da Serra e Cacia, as obras de construção do novo Centro de Operações do Porto (COP) finalizaram e foram inauguradas no dia 17 de dezembro de 2016, aquando do almoço de Natal da empresa. Esta obra é encarada a nível interno como um passo muito importante para sustentar a política de reorganização das áreas de negócio, melhoria da estratégia de proximidade com o cliente, aumento da qualidade do serviço prestado e investimento em inovação tecnológica. Este investimento ultrapassou os 4 milhões de euros e irá dotar os nossos gestores de mais e melhores meios de controlo diário de gestão das suas atividades.

Tornámo-nos numa das três maiores empresas do ramo na Península Ibérica e estamos no “top 10” da Europa

Que tipo de serviços de transporte a Laso Transportes presta aos seus clientes?
Enquanto empresa a atuar no setor do transporte rodoviário de mercadorias, a nível de transportes normais e indivisíveis, a Laso apresenta um conjunto abrangente de serviços e soluções de transporte: apresentamos soluções de verticalização e ripagem, independentemente da sua dimensão ou peso. Para além do transporte, a Laso garante também a Gestão e Engenharia de Projeto: necessitamos, muitas vezes, de realizar reconhecimento de itinerários (road surveys). São estudos e avaliações técnicas das condições necessárias para a execução de transportes de elevado rigor e precisão, funcionando como um “consultor” e não apenas como um mero prestador de serviços. Para além da necessidade de se efetuar reconhecimentos de itinerário antes de se iniciar os transportes, são necessárias autorizações especiais de trânsito, assim como, por vezes, o acompanhamento a nível de polícia e/ou de carros piloto, para além de uma vasta abrangência de soluções criativas para que a realização dos transportes seja uma realidade. Asseguramos também transportes e projetos de logística multimodal a nível europeu, através dos nossos meios ou da nossa rede de parceiros. Em conclusão, a Laso oferece um leque completo de serviços pautados pelo rigor e complexidade exigidos pelos nossos clientes. Apesar das dificuldades e enormes desafios que a rede rodoviária muitas vezes apresenta, a Laso está preparada para apresentar soluções para qualquer tipo de carga, independentemente da sua dimensão ou peso.

Em termos de tipologia, como descreve a frota atualmente disponível na Laso Transportes? Quantos camiões existem ao serviço da empresa?
A nível de equipamentos motrizes e não motrizes devemos estar muito próximo dos 1200 equipamentos. Temos mais semirreboques, mais equipamentos não motrizes do que motrizes. Isto porque aquilo que transporta as cargas são os semirreboques e temos que ter sempre uma linha avançada de equipamentos topo de gama para aquilo que são as necessidades do mercado. Como temos capacidade instalada para as eólicas com 65 metros, fomos a primeira empresa a ter esses equipamentos e aquela que mais equipamentos tem desse género nos dias de hoje. Dos 1200 equipamentos, cerca de 500 são motrizes.

Qual é a estratégia de internacionalização atual da empresa?
Todas as apostas e investimentos que têm sido promovidas na Laso fazem parte de um processo contínuo, sustentado e integrado que têm como objetivo cimentar e consolidar a Laso como uma referência nacional e internacional. Daremos continuidade à promoção da marca Laso na Europa e em África, reconhecendo que o crescimento da organização, nas varias áreas de negócio, passa por uma aposta forte no âmbito internacional.

Biografia
João Pedro é licenciado em Comunicação e Marketing pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Atualmente exerce o cargo de Diretor de Comunicação e Marketing na Laso Transportes.

ÚLTIMAS ENTREVISTAS
Edição Osvaldo Pires Design Lília Correia
Produção Lília Correia Publicidade comercial@algebrica.pt
Esta mensagem está de acordo com a legislação Europeia sobre o envio de mensagens comerciais: qualquer mensagem deverá estar claramente identificada com os dados do emissor e deverá proporcionar ao receptor a hipótese de ser removido da lista. Para ser removido da nossa lista, basta que nos responda a esta mensagem colocando a palavra "Remover" no assunto. (Directiva 2000/31/CE do Parlamento Europeu; Relatório A5-270/2001 do Parlamento Europeu).

jdahdladhdl