SE NÃO CONSEGUIR VISUALIZAR ESTA EDIÇÃO ELECTRÓNICA CLIQUE AQUI
#108 | OUTUBRO 2018
 
CARLOS JESUS
CEO da ZEEV
Oferta integrada de viatura elétrica
 

Um pouco por todo o mundo, a mobilidade elétrica é talvez o tema mais abordado da atualidade. Os fabricantes anunciam os novos modelos para os próximos anos, enquanto que os Governos e Municípios legislam no sentido de promover uma mobilidade mais limpa, sustentável e inteligente.

As empresas e os consumidores em geral estão atentos às poupanças significativas originadas pelos veículos elétricos. A proibição de entrada de viaturas diesel em algumas cidades europeias e as metas de CO2 definidas para 2020 têm tido um efeito catalisador junto das entidades e dos decisores.
Mas será o veículo elétrico a solução? É hoje consensual entre todos os fabricantes que os veículos com propulsão totalmente elétrica serão o futuro. Já quanto à fonte de energia para propulsão, as opiniões dividem-se entre 100% elétrico ou híbridos plug-in com vantagens e desvantagens em ambas as opções. Em qualquer dos casos o armazenamento da energia é feito em baterias de lítio que têm de ser recarregadas diariamente.

Oferta integrada com painéis solares e carregamento inteligente
No entanto, a origem da eletricidade utilizada para carregar os veículos, deverá ser considerada quando se compare com o combustível tradicional. Acreditamos que a oferta integrada de viatura elétrica com os painéis solares e um sistema de carregamento inteligente é a solução acertada. Se considerarmos apenas seis painéis fotovoltaicos a instalar com a aquisição de uma viatura elétrica, teremos energia produzida diariamente suficiente para percorrer mais de 50 km – a média diária de mais de 70% da população - sem recurso à produção a partir de fontes fósseis.

Acreditamos que a oferta integrada de viatura elétrica com os painéis solares e um sistema de carregamento inteligente é a solução acertada.

No caso das frotas de empresas, esta vantagem torna-se ainda mais evidente, havendo inclusive uma economia obtida pela escala com um maior número de painéis instalados. A instalação de carregadores associados aos sistemas de gestão inteligente de fluxos energia, tem a dupla vantagem de reduzir os custos com os consumos e garantir uma melhor segurança da instalação.
O controlo de energia utilizada em cada carregamento poderá ser feito com recurso aos postos de carga com controlo de acessos, permitindo não apenas medir, mas também atribuir limites de utilização a cada utilizador.

Sistema de gestão centralizado
Através de um sistema de gestão centralizado que permite correlacionar a energia produzida e consumida por cada utilizador, a empresa e os gestores de frota têm acesso à informação sobre as poupanças financeiras e ambientais. A solução de gestão e postos de carga ZEEV responde ainda à necessidade de o utilizador poder carregar a viatura em casa, sendo os custos desse carregamento pagos pela empresa, total ou parcialmente.
A ZEEV é pioneira na oferta completa e integrada de todo este ecossistema, indo assim de encontro às necessidades das empresas, entidades públicas e clientes particulares. Todas estas soluções estão também disponíveis através de financiamento em renting e leasing, para qualquer marca ou modelo de viatura 100% elétrica ou híbrida plug-in.

Biografia
Carlos Jesus é licenciado em Engenharia Informática pela Universidade Autónoma de Lisboa. Atualmente é CEO e Fundador da ZEEV – Energy in Motion e CEO e Fundador da Evolution – Service & Battery Center. É igualmente Fundador da Easytours e da WSS, acumulando nesta última empresa o cargo de membro do Conselho Administrativo. Anteriormente foi Senior Project Manager da Sonaecom.

ÚLTIMAS ENTREVISTAS
Edição Osvaldo Pires Design Lília Correia
Produção Lília Correia Publicidade comercial@algebrica.pt
Esta mensagem está de acordo com a legislação Europeia sobre o envio de mensagens comerciais: qualquer mensagem deverá estar claramente identificada com os dados do emissor e deverá proporcionar ao receptor a hipótese de ser removido da lista. Para ser removido da nossa lista, basta que nos responda a esta mensagem colocando a palavra "Remover" no assunto. (Directiva 2000/31/CE do Parlamento Europeu; Relatório A5-270/2001 do Parlamento Europeu).

jdahdladhdl